Eletrotécnica‎ > ‎

Análise de circuitos - Artigo - Fotodiodo

postado em 27 de mai de 2011 05:14 por Erisvaldo Ferreira Silva   [ 27 de mai de 2011 05:20 atualizado‎(s)‎ ]

Fotodiodo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre. (
http://pt.wikipedia.org/wiki/Fotodiodo)
Aspecto de um fotodiodo

Um fotodiodo (português brasileiro) ou fotodíodo (português europeu) é um componente eletrônico e um tipo de fotodetector. É uma junção PN designada para responder a uma entrada ótica. Fotodiodos possuem uma "janela" ou uma conexão de fibra ótica, responsável por deixar a luz passar e incidir na parte sensível do dispositivo. Também pode ser usado sem a "janela" para detectar raios ultravioleta ou raios-x.

Fotodiodos podem ser usados tanto na polarização reversa quanto na polarização direta. Na polarização reversa, a luz que incide sobre o fotodiodo faz a corrente transcorrer através do dispositivo, levando-a a ir para o sentido frontal. Isso é conhecido como o efeito fotoelétrico, e é a base das células de captação de energia solar - aliás, uma célula de captaçãode energia solar é apenas um monte de grandes, e baratos, fotodiodos. Diodos geralmente possuem uma altíssima resistência quando a polaridade é revertida. Essa resistência é reduzida quando a luz, em uma apropriada freqüência, brilha na junção. De fato, um diodo de polaridade reversa pode ser usado como um detector, monitorando a corrente que passa por ele. Circuitos baseados nesse efeito são mais sensíveis à luz que outros baseados no efeito fotovoltáico.

Um fototransistor é, essencialmente, nada mais que um transistor bipolar que está encapado em uma capa transparente para que a luz possa atingir a base coletora da junção. O fototransistor funciona como um fotodiodo, mas com uma sensitividade muito maior à luz, pois os elétrons que são gerados pelos fótons na junção da base-coletora são aplicados dentro da base, a sua corrente é então amplificada pela operação do transistor. Entretanto, o fotodiodo tem um tempo de resposta menor do que o fototransistor.

Comments