Matemática‎ > ‎Postagens‎ > ‎

Ética e (Falta de) Educação

postado em 3 de dez de 2011 11:17 por Erisvaldo Ferreira Silva

Resenha do texto

Ética e (Falta de) Educação de Roberto Patrus Mundim Pena

por: Erisvaldo Ferreira Silva


A Educação é a arte de ensinar às pessoas o conhecimento necessário para sobreviver e viver em sociedade.

A Educação implica dois fatores interdependentes: a informação e a formação. A informação é o conhecimento que precisamos para viver bem com a sociedade ao qual pertencemos, mas conforme a sociedade vai se modificando precisamos atualizá-la. Para isso refletimos sobre tais mudanças. Isto é formação.

O ser humano nasce apenas com seu instinto. Mas a partir daí já começa a entrar em contato com uma sociedade criada pelos homens. Com isso ela vai aprendendo a viver como tal e, a cada dia, desde jovem a adulto, se atualizando. Esse processo só acontece devido a Educação.

Este mesmo ser humano estará à mercê de novos conceitos da sociedade. Sobre o que ético ou moral. E, dependentemente do meio onde se encontra e do grupo ao qual faz parte, através da formação, irá adquirir para si valores quanto a estes dois conceitos. Tornando-se assim um cidadão cujo comportamento seguirá ou não o padrão social.

A origem do comportamento do indivíduo está na família. E esse comportamento se repercute na escola. Dependendo do padrão familiar, o comportamento desse aluno, na escola, pode até mesmo contrariar os valores éticos e morais impostos por esta. Esse problema é causado pela constante e acelerada privatização das famílias, pelo individualismo moderno do cidadão e pela popularização do uso da tecnologia.

Diante desse fato, é necessário resgatar o papel da família quanto à construção da cidadania repensando o conceito de autoridade dos pais para com seus filhos. E é preciso que família e escola caminhem sempre juntas. É preciso conscientizar as pessoas quanto à importância da vida em sociedade mostrando os valores de da cada um e mostrar ainda que existem valores diferentes. Mostrar ainda que dependemos dos demais membros do meio ao qual pertencemos.

Mas mesmo conhecendo a sociedade em que vivemos, a falta de respeito dos filhos para com os pais e professores, a inversão da ética e da moral, a existência de valores e comportamentos contrários, e sabendo-se da difícil reversão dessa situação, ainda podemos transformar a crise em oportunidade. Para tal transformação, o primeiro passo é a conscientização.

Comments